Quem já teve câimbra sabe bem como é ruim sentir aquela dor paralisante, que pode durar de alguns segundos a vários minutos, como também, surgir nas situações mais inusitadas.

Segundo especialistas, há muitos estudos ainda em andamento relativos às causas dessa contração involuntária que normalmente se manifesta na prática de uma atividade física, caso falte condicionamento ou boa alimentação devido à escassez de oxigênio na circulação, bem como, carência de condições adequadas para a realização de um esforço maior que o de costume. Além disso, não descartam a possibilidade da desidratação e do suor dos exercícios desencadear uma câimbra, uma vez que a perda de sódio, presente também na urina, pode causar uma contração muscular. Isso ocorre, porque o organismo costuma utilizar o sódio de alguns músculos quando não possui reservas energéticas. Quanto às dores sentidas à noite, o argumento ainda é o mesmo, até porque, quem se exercita bastante durante o dia, pode a noite sentir algum desconforto. Por isso, especialistas alertam para os cuidados necessários e pedem atenção às outras possíveis causas que podem englobar desde diabete, problemas neurológicos, lesões vasculares, insuficiência renal e hemodiálise, devido à relação que têm com o sódio, cálcio, magnésio e potássio, minerais esses, essenciais para uma boa #QualidadeDeVida. A fim de sanar qualquer desconforto, procure condicionar-se corretamente antes de uma atividade, alimentar-se bem, ingerir muito líquido, repor nutrientes expelidos e respirar de acordo durante o dia.

Caso tenha alguma dúvida, não hesite, procure por nossa Ortopedista Dra. Barbara ChiaraMonti (@barbara_c).