A HEALTH CONCEPT vai lhe ajudar a entender melhor essa relação mágica, diante de um estudo divulgado recentemente em que um pesquisador da Universidade de Liverpool, na Grã – Bretanha, chamado Eric Robinson, diz ter uma ferramenta extremamente útil para àqueles que desejam emagrecer. Ao contrário do que todos podem pensar agora, todos possuem esse auxílio consigo, esperando apenas ser colocado em prática.

 

Robinson ainda enfatiza, “o apetite é formado na mente tanto quanto na barriga”, é uma resposta a hormônios digestivos e aos impulsos do cérebro. Lembra ainda, como dica: Se você tentar se lembrar da última coisa que comeu, será capaz de emagrecer sem passar fome. Mas como isso realmente funciona?

 

O estudo surgiu a princípio da ideia de que algumas técnicas de visualização e memória podem ajudar na diminuição da vontade de ingerir um alimento. Cientistas descobriram também com base no estudo da amnésia anterógrada – doença capaz de apagar qualquer acontecimento da memória de uma pessoa após 20 minutos; que se uma ação parecida for provocada, em favor do emagrecimento, há sim, a possibilidade da mente corroborar na redução da fome.  Para Robinson, outra situação é válida: ao pedir para as pessoas lembrarem do que comeram durante o dia, elas se sentem menos incentivadas a comer demais mais tarde. No entanto, estudos clínicos devem ser realizados para provar se todos os truques citados acima, funcionam perfeitamente.

 

 

Para saber mais, consulte um médico especialista, contate a HEALTH CONCEPT!-picamalacia#sthash.7ON3U3xE.dpuf