A vigorexia é uma desordem ligada a uma imagem distorcida do próprio corpo. Caracteriza-se pela distorção da autoimagem do corpo, voltada para a questão da força. Os indivíduos vigoréxicos, geralmente se consideram como fracos e pequenos, mesmo tendo desenvolvido musculatura acima da média. Dessa forma, acabam desenvolvendo a dependência pelo exercício físico e uma espécie de obsessão pelo corpo musculoso, uma vez que nunca se sentem suficientemente fortes ou musculosos.

A preocupação excessiva com a massa muscular gera inúmeras mudanças comportamentais na rotina, como: grandes períodos nas academias, levantamento de pesos cada vez maiores, uso de dietas comprometedoras e de suplementos alimentares, até mesmo esteróides anabolizantes.

É muito comum as pessoas confundirem o fisiculturismo com esse transtorno. No caso da vigorexia, trata-se de uma condição psicológica: o vigoréxico pratica exercícios para eliminar a ansiedade diante do corpo fraco, ou seja, quando está impossibilitado de praticá-los ou diante de algum tipo de perda de massa, ele se sente extremamente culpado e fracassado. Fique esperto, se conhecer alguém nessas condições aconselhe a consultar um médico.