A intolerância à lactose, provocada pela incapacidade de digerir lactose -  um açúcar encontrado no leite e nos laticínios corresponde a falta da lactase, enzima essa que digere a lactose, e corrobora com o aparecimento de sintomas gastrointestinais sempre que um produto à base de leite é consumido. É importante ressaltar que “Intolerância à lactose” não é o mesmo que alergia ao leite, uma vez que, a intolerância à lactose ocorre por uma falha enzimática. A deficiência de lactase no entanto, pode ser primária, ou seja, o indivíduo já nasce com propensão a tê-la; ou secundária, quando a intolerância à lactose é adquirida ao longo da vida, devido a algum problema intestinal.

Os sintomas correspondentes a tal patologia não são graves, mas podem ser bastante incômodos ao incluir, assaduras na região anal, diarreia, cólicas abdominais, náuseas e vômito, por exemplo.

DICA: Procure analisar se os sintomas surgem após o consumo de alimentos com leite ou derivados, inclusive sorvetes, iogurtes, queijos, etc.

Caso isso ocorra por mais de uma vez, faz-se mais que importante a procura por um especialista, para a realização do teste de tolerância a substância.