Todo alimento tem suas proteínas, seus benefícios e suas características. Toda atenção com eles é mais do que importante e durante a sua dieta, é legal ingerir alimentos fortificados/enriquecidos, fontes de nutrientes e minerais, como por exemplo, farinhas, pães, bolos, sucos, iogurtes e leites.

 Esses alimentos especiais têm algum nutriente, como ferro, vitaminas, ômega 3, cálcio, fibras e ácido fólico que ajudam-no na composição ideal do prato saudável e a reforçar o valor nutritivo do alimento, mas também devem ser ingeridos com cautela, uma vez que, como outros tantos, são calóricos e possuem açúcar.
Alguns outros, desde a sua origem carregam consigo, componentes necessários como ferro, são eles: fígado, coração de frango, castanha de caju, feijão, agrião, ovo de codorna; ácido fólico: shimeji, shitake, fígado de boi e feijão; ômega 3: salmão, atum, castanha, chia, nozes e linhaça.
Os fortificados, são comumente conhecidos como carboidratos. Farinha de trigo, leite, bolachas recheadas, massas e cereais, são enriquecidos com ferro; carnes vermelhas, farinha de trigo, pão de forma, macarrão e massa de pizza com ácido fólico; leite, creme vegetal, ovos, óleos vegetais, pães e cereais com ômega 3. Lembrando que,

 O ácido fólico, é importante principalmente em mulheres que pretendem engravidar, porque ajuda na formação total do tubo neural do bebê;
 O ômega 3, têm ação antioxidante, controla o colesterol, faz bem para o cérebro, e ajuda na prevenção de doenças;
 A falta de ferro causa anemia, como também, fraqueza, cansaço, falta de ar, imunidade baixa, dentre muitos outros.
As proteínas e muitos desses mantimentos acima são indispensáveis não só na reposição de nutrientes como nas dietas personalizadas. Caso tenha ficado com alguma dúvida, nos escreva e consulte um especialista.