Você sabia que a suplementação diária de vitamina D ajuda a melhorar a fração de ejeção – quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada batimento - de 26% para 34% em pacientes com insuficiência cardíaca? Segundo estudos, uma dose diária de vitamina D melhora a função cardíaca em pacientes com insuficiência cardíaca. Além disso, as pessoas que tomam a vitamina d, diariamente, conseguem melhorar a função cardíaca - conhecida como insuficiência cardíaca, reduzindo assim, a necessidade de usar um cardiodesfibrilador implantável, por exemplo - dispositivo que detecta alterações no ritmo cardíaco e quando necessário, libera um choque forte para que o coração volte ao ritmo normal. Normalmente, a vitamina D é obtida através da exposição solar e aos raios ultravioletas do tipo B (UVB). Por outro lado, peixes gordos, são fontes de vitamina D, mas é o sol o responsável por 80 a 90% da vitamina que o corpo recebe. Ela também pode ser produzida em laboratório e ser administrada na forma de suplemento, quando há a deficiência e para a prevenção e tratamento de uma série de doenças. 

IMPORTANTE: A vitamina D é necessária para a manutenção do tecido ósseo, sistema imunológico, tratamento de doenças autoimunes, na prevenção do câncer e no processo de diferenciação celular.