A época mais esperada do ano, praticamente já chegou! Mas você sabe como evitar a micose e/ou foliculite?

Saiba que a água da piscina, quando suja, pode transmitir algumas doenças de pele, passíveis de tratamento e o contato com a água mal tratada pode causar infecções. Normalmente, transmitidas por fungos, vírus ou mesmo, bactérias, comumente proliferadas durante o desbalanceamento do nível do cloro na água.

O próprio contato com algum tipo de fungo pode lhe render uma micose. Da mesma forma, o contato com uma bactéria, foliculite no cabelo, na virilha, como em outras regiões do corpo que possuem pelos. Determinadas micoses e/ou foliculite, podem ser disseminadas também através da toalha e biquíni molhados, ou mesmo por uma cadeira contaminada.

Os sintomas costumam envolver coceira, vermelhidão, pontos vermelhos, bastante caracterizados por uma inflamação local.

Outras moléstias como, conjuntivite, otites e gastrenterites podem ser facilmente adquiridas nas mesmas situações. Uma rápida análise em relação a cor da água pode lhe ajudar a evitar tais problemas, uma vez que, algumas bactérias são resistentes a ação dos cloros.

O tratamento correto envolve antifúngicos orais, ou antibióticos. Para a correta análise, consulte um especialista, agende uma consulta com a Dra. Daniela Garcia, em nossa clínica Health Concept.